O Tabu do Envelhecimento Feminino

Por Bárbara Mandarano

A grande indústria da beleza segue estruturando conceitos, estabelecendo regras e construindo estereótipos de padrões inatingíveis.  É quase como uma perseguição pelo padrão de perfeição, se esquecendo completamente da saúde, bem estar, além de afetar a saúde emocional e as relações sociais.

Existe uma grande obsessão pela juventude e essa mesma indústria colaborou para fixar essas raízes machistas e ultrapassadas determinando prazo de validade para as mulheres. Envelhecer é um fenômeno natural e a nossa sociedade tem vergonha de lidar com isso, a diferença entre o envelhecimento feminino e masculino é tratada de forma tão desigual, que homens são considerados charmosos por seus cabelos grisalhos enquanto mulheres que deixam os cabelos brancos muitas vezes são consideradas desleixadas por optarem pela naturalidade.

De acordo com a plataforma de conteúdo SHE TALKS, criada por Camila Faus e Fernanda Guerreiro, que debate de maneira séria, porém com muito humor assuntos ligados a beleza, envelhecimento, relacionamento, maternidade entre outros que envolvem o universo feminino, a pressão eterna pela juventude também esta ligada a publicidade que não reflete esse estereótipo na fase do envelhecimento da mulher.

GIF TWIGGY DANÇAND0

Personalidades como Audrey Hepburn, que fez história no cinema interpretando Bonequinha de Luxo e Cinderela em Paris, a modelo Twiggy, que foi um dos ícones da moda nos anos 1960, não tem suas imagens expostas na velhice como na juventude. Esse fato nos mostra o quanto nossa sociedade esta acostumada com essa busca incessante pela juventude.

Recentemente a apresentadora Xuxa Meneghel recebeu fortes criticas em suas redes sociais por postar uma foto natural sem filtros e maquiagens, Xuxa esta envelhecendo e não há nada de anormal nisso, a apresentadora afirma em entrevistas que esta ótima com ela mesma e não se abala com essas atitudes.

Foto reprodução: Instagram

A indústria da moda e da beleza tem a missão de entender e manifestar através de campanhas esse processo e encará-lo com naturalidade, afinal envelhecer é um processo normal para qualquer pessoa e precisa ser respeitado.

Audrey Hepburn
Twiggy

Os tabus da beleza estão envolvidos em diversas áreas, no post de hoje o destaque é para o envelhecimento, mas o preconceito também tem relação com o peso, tipos de corpos, cabelos, a maneira como se vestem e tudo que pode colocar a mulher dentro de uma caixa com rótulos sociais machistas e preconceituosos. Essa preocupação excessiva com a idade existe porque o universo feminino é muito mais cobrado por sua aparência.

A obsessão em ser jovem pra sempre não é saudável, envelhecer faz parte dos ciclos da vida, idade é só um número, as mudanças existem e não são fáceis, mas precisam ser tratadas e encaradas com cuidado e delicadeza.

De Camila Faus e Fê Guerreiro nasceu SHEt. Um lugar onde a idade dos “enta” rima com “experimenta”. 45+ 60- e todas as outras, bem-vindas!
Galpão Mag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s